Problemas e lesões

O que é

A lombalgia é a dor na lombar, região mais baixa da coluna. Popularmente chamada de ‘dor nas costas’ ela acontece devido à sobrecarga na região e pode se estender para as pernas e nádegas.

Nos casos de lombalgia não existe, necessariamente, um grupo de risco: o Brasil regista cerca de dois milhões de casos relacionados à dor na coluna lombar anualmente, por isso, pessoas que estão mais envolvidas em atividades que forcem a região, como praticantes de esportes como thriatlon, tênis, ciclismo, e jiu-jitsu, por exemplo, têm mais chances de desenvolver um quadro de dor nas costas. Quem realiza atividades físicas, como exercícios que envolvem peso, também podem sofrer com um caso de dor na coluna.

Além disso, casos de dor na coluna lombar podem estar relacionados a outras doenças, tais como artrite, hérnias de disco, osteoporose, entre outras.

Tipos de Lombalgia

A lombalgia pode ser classificada em três tipos: aguda, subaguda e crônica. Os quadros de dor aguda costumam durar no máximo duas semanas, os de lombalgia subaguda costumam durar de quatro a seis semanas, já os quadros que duram mais de doze semanas são caracterizados como crônicos.

- Lombalgia Aguda

Os casos de dor na coluna lombar aguda costumam estar relacionados à ações mecânicas, ou seja, aquelas relacionadas à postura e alterações musculares. Quando o paciente faz muito esforço físico (exercícios, esportes, carregar peso); ou sofre um trauma (pequeno acidente, má postura constante), ele pode apresentar um quadro de dor na coluna lombar aguda. A lombalgia subaguda apresenta as mesmas características da lombalgia aguda, porém com maior duração.

- Lombalgia Crônica

A lombalgia crônica é a dor na lombar que dura mais que 12 semanas. Em alguns casos mais intensos, é preciso intervenção cirúrgica para que o paciente não sinta dor e volte a fazer atividades normalmente.

A lombalgia no esporte

Praticantes de esportes costumam apresentar quadros de dor na lombar devido à desiquilíbrios musculares na região, por isso, quem pratica esportes com regularidade deve fortalecer a musculatura e fazer alongamentos para evitar possíveis quadros de dor na coluna. O desiquilíbrio acontece quando há muita atividade, tanto em força, quanto em flexibilidade. Como a lombar é uma região central do corpo humano, ela recebe todo o impacto, causando lesões ocasionais.
O repouso é tão essencial quanto a prática esportiva, isso porque se não houver intervalo de treinos, o impacto nos ossos, músculos e ligamentos da região lombar pode ser excessivo, levando à lombalgia.

Sintomas e diagnóstico

Os sintomas da lombalgia envolvem:

  • Dor na região lombar;
  • Dor nas costas;
  • Dor na coluna;
  • Dor ao ficar sentado;
  • Dor no quadril, virilhas e no meio das coxas;

Para diagnosticar um quadro de lombalgia o médico irá realizar exames físicos e de imagem. Com o exame físico é possível diagnosticar a compressão do nervo, e casos mais graves como fratura e até mesmo infecção. Já os exames de imagem são complementares e solicitados pelo médico em casos nos quais se suspeita de algo mais complexo que não conseguiu ser detectado apenas com o exame físico como, por exemplo, doença lombar grave.

Tratamento

O tratamento de lombalgia envolve o uso de analgésicos para aliviar os quadros de dor e inchaço e de fisioterapia para a dor e a inflamação. Com isso, a tendência é que o paciente evolua gradativamente e a dor na coluna lombar cesse.

Além da fisioterapia e dos medicamentos, o paciente pode ser orientado a fazer:

- Compressas quentes

As compressas quentes na região têm como objetivo relaxar os músculos e diminuir a dor;

- Massagem

A massagem ativa a circulação, diminuindo a rigidez e a dor no local;

- Acupuntura

A acupuntura terá ação analgésica, anti-inflamatória e relaxante muscular, ajudando a diminuir a retração muscular e a dor na região.

Prevenção

A dor na coluna lombar pode ser prevenida com algumas medidas simples:

– Ao sentar, lembre-se de manter a postura correta: as costas devem estar alinhadas;

– Evite carregar muito peso. E durante exercícios com peso na academia, busque a orientação de um profissional para saber como posicionar o corpo corretamente;

– Ao pegar peso do chão, lembre-se de também manter a coluna reta e dobrar os joelhos para evitar lesões;

– Mantenha o peso ideal. O excesso de peso pode acarretar em deslocamento da coluna e sobrecarga para os músculos da região lombar;

– Ao assistir TV ou utilizar o computador, mantenha cabeça e tronco alinhados e deixe o aparelho na altura dos olhos;

– Fortaleça a região lombar com exercícios.

É possível que durante o período de recuperação da dor na coluna lombar haja uso de medicação para aliviar a dor. Ao suspeitar de um caso de lombalgia, a primeira medida a ser tomada é consultar um médico especialista no assunto: não tente cessar a dor sem a assistência de um profissional e evite qualquer tipo de automedicação.