Problemas e lesões

O que é

A síndrome do trato iliotibial (STIT), também conhecida como joelho do corredor, é uma lesão inflamatória que envolve o joelho principalmente de atletas como corredores e ciclistas.

O trato iliotibial é um grupo de músculos envolvido por um tecido fibroso na lateral do joelho, que envolve a região do joelho, pélvis e quadril, encaixando-se na tíbia, região abaixo do joelho: por isso o nome iliotibial. A função do trato iliotibial é:

- Estabilizar o joelho (lateralmente e rotacionalmente) durante a corrida;

- Auxiliar no equilíbrio do corpo envolvendo o quadril;

- Equilibrar o movimento entre joelho e quadril durante a prática de exercícios e atividades físicas;

Porém, a constante fricção dessa região forçada pelos movimentos repetitivos pode causar inflamação e dor no joelho.

Causas

Existem alguns motivos que podem levar ao joelho do corredor, dentre eles estão:

- Pisada pronada (pés virados para dentro);

- Treinos em terrenos irregulares (que podem levar a lesões por pisada errada);

- Calçados impróprios (que também podem levar a lesões por pisada errada);

- Mau posicionamento na bicicleta (tanto dos pés nos pedais, quanto do banco);

- Excesso de atividades físicas sem a orientação de um profissional (overtraining);

- Má postura;

- Joelhos arqueados para fora;

Sinais e Sintomas

Os sintomas do joelho do corredor envolvem:

- Dor na lateral do joelho;

- Hipersensibilidade na região lateral do fêmur;

- Dor ao flexionar e estender o joelho;

- Inchaço local;

Diagnóstico

Para diagnosticar a síndrome iliotibial, serão realizados exames físicos: o médico irá apalpar o joelho do paciente e, se houver dor na lateral do joelho, esta será tida com um dos sintomas de síndrome do trato iliotibial. Além disso, o médico pode realizar o teste de Ober, que analisa se há encurtamento dos músculos iliotibiais. Para isso, o paciente será deitado de lado, com o joelho a ser analisado na parte superior. O quadril será conduzido para um ângulo de 45 graus, e a perna será levemente puxada para trás: se o paciente sentir dor e não conseguir conduzir o joelho, ele possui alteração no trato iliotibial.

Caso o médico suspeite de alguma alteração, ou de lesões adicionais, ele poderá solicitar exames de raio-X. Se ainda restar qualquer dúvida em relação ao caso, será realizada uma ressonância magnética, na qual o médico pode analisar com mais detalhes lesões em tecidos moles, cartilagens e ossos.

Tratamento

O tratamento para a síndrome do trato iliotibial pode ser conservador, ou nos casos mais graves, cirúrgico.

Tratamento Conservador

O tratamento conservador será feito com medicamentos anti-inflamatórios, analgésicos, gelo e fisioterapia. O objetivo das sessões de fisioterapia é diminuir a inflamação e a dor na lateral do joelho, além de alongar e fortalecer os músculos e tendões da região. Caso os sintomas continuem, o especialista pode sugerir injeção de cortisona para reduzir a inflamação e a dor.

Tratamento Cirúrgico

Em casos nos quais não há sucesso no tratamento conservador, a cirurgia irá remover a bursa para a liberação do trato iliotibial, reduzindo o atrito e a dor no joelho.

Após a cirurgia e o período de repouso, o paciente poderá retornar às atividades em um prazo de quatro a seis semanas, com a orientação de um fisioterapeuta. Durante o período de recuperação, o tratamento será semelhante ao conservador: com uso de gelo, ultrassom, além de exercícios de fortalecimento e alongamento da região.

Quando voltar às atividades físicas

Cada paciente tem seu período de recuperação, por isso, o médico especialista irá acompanhar o caso e liberar o paciente para voltar à prática de esportes e atividades físicas quando julgar adequado. Alguns detalhes indicam a melhoria que o paciente deve apresentar como, por exemplo:

- Realizar movimentos com o joelho (dobrá-lo e esticá-lo) sem sentir dor;

- Alcançar a mesma capacidade física com o joelho lesionado, que o joelho saudável tem;

- Realizar atividades físicas (como correr e pular) sem sentir dor ou mancar;

- Não possuir edema no joelho;

Prevenção

A síndrome do trato iliotibial é uma lesão adquirida por esforço inadequado e repetitivo, por isso, é possível preveni-la:

- Faça exercícios de fortalecimento e alongamento para o trato iliotibial, como agachamentos e de abertura de perna;

- Aqueça o corpo antes de praticar exercícios físicos;

- Mantenha o joelho alinhado ao praticar esportes como ciclismo e corrida: a posição correta ajuda a prevenir evitar lesões;

- Descanse os músculos do corpo pelo menos uma vez por semana: o esforço repetitivo sem pausa para o corpo descansar é o motivo de algumas lesões;

- Consulte um especialista para analisar o tipo de pisada (pronada, neutra, ou supinada) e comprar o calçado adequado para realizar atividades físicas;

Mais Informações

É possível que durante o período de recuperação da dor no trato iliotibial haja uso de medicação para aliviar a dor. Ao sentir dor no joelho e suspeitar de um caso de síndrome do trato iliotibial, a primeira medida a ser tomada é consultar um médico especialista no assunto: não tente cessar a dor sem a assistência de um profissional e evite qualquer tipo de automedicação.